30 de julho de 2010

Sem a obrigação de fazer deste belo texto uma corrente, apenas achei interessante e quero dividí-lo com vocês.
Abraço a todos e bom final de semana.
Ronaldo

QUANDO DEUS QUER, NÃO TEM JEITO!
Uma senhora muito pobre telefonou para um programa cristão de rádio pedindo ajuda.
Um bruxo do mal que ouvia o programa resolveu pregar-lhe uma peça.
Conseguiu seu endereço, chamou seus secretários e ordenou que fizessem uma compra e levassem para a mulher, com a seguinte orientação:
- Quando ela perguntar quem mandou, respondam que foi o DIABO!
Ao chegarem na casa, a mulher os recebeu com alegria e foi logo guardando alimentos.
Os secretários do bruxo, conforme a orientação recebida, lhe perguntaram:
- A senhora não quer saber quem lhe enviou estas coisas?
A mulher, na simplicidade da fé, respondeu:
- Não, meu filho. Não é preciso. Quando Deus manda, até o diabo obedece!
"NÃO SE PREOCUPE DE QUE MANEIRA VIRÁ SUA VITÓRIA, MAS QUANDO DEUS DETERMINA, ELA VEM.......AH VEM!!!"
"Tenha paciência não é no seu tempo e sim no tempo Dele porque você vê até um limite Ele ultrapassa esse limite e vê muito além do que enxergamos.!!"
DEUS te abençoe, e tenha um bom dia
Deus tem visto suas Lutas.
Deus diz que elas estão chegando ao fim.
Uma benção está vindo em sua direção.

26 de julho de 2010

Porco...na sombra!

Este texto eu o escrevi (nem me lembrava mais), há muito tempo...acho que do José Dirceu, quando ministro.)

E, sabe,...hoje, é Dia da Vó, 26 de julho e...como nenhum neto, nem neta, nem filho, nem filha...costuma saber e cumprimentar, nesse dia, EU vou fazer isso e dedicar a toda vó do mundo, esse texto.

Meu nome é Daidy, também vó. Um abraço carinhoso no rosto em que as rugas contam as histórias das famílias.

Na TV assisti a um filme em que um jovem cirurgião estava viajando, nos Estados Unidos, a empossar-se em importante cargo, em renomada clínica.

No caminho, ao passar por uma cidadezinha pacata e limpa, derrubou a cerca de madeira pintada de branco, que circundava uma propriedade residencial.

Um só médico – e já idoso - ali fazia os partos, extraia amídalas, operava nós nas tripas. O Prefeito, que também era o Juiz...estava pensando na necessidade de contratar um médico jovem. Por mera casualidade...ele era, também, o proprietário da cerca branca quebrada. Resumindo, o “castigo” do cirurgião-culpado foi o de prestar serviços médicos à comunidade, por um determinado tempo.

Todos os atendidos, respeitosamente presenteavam o médico em espécie e um dia, ao curar um garoto de forte crise asmatica...ganhou uma linda porca cor de rosa, limpinha e gorda. (Aos suínos não fica bem regime alimentar).

E lá ia nosso jovem, pequeno de estatura, mas sempre na vertical, a puxar a linda porca, de igual estatura, sempre na horizontal. Lógico que viram esse filme!

Ainda na TV, canal rural, assisti a um documentário sobre criação de porcos e, não é que o bichinho lipídico não resiste às mudanças de temperatura e que...a sombra lhe faz bem?!

Passei a olhar os porcos com muito maior respeito, sem pensar só no lombo assado nos almoços de domingo.

Sempre na TV, canal do Senado, ouço um Senador muito brabo com o Ministro-chefe da Casa Civil. Explico: o Ministro-chefe da Casa Civil goza da sombra nos círculos do poder federal. Só que...a oposição não lhe dá paz! È pedido de CPI sobre o amigo Waldomiro Diniz; é pedido de CPI sobre o dinheiro que o PT teria recebido do narcotráfico durante a campanha em que o querido Lula foi eleito...essa oposição não compreende nada! E você nem vai acreditar, o tal Senador nem sequer entendeu a imensa pressão e a imensa indagação a que está sujeito o Ministro-chefe da Casa Civil. A insensibilidade chega a ponto tal que, agora, quer saber, ainda por cima, o porquê de o Ministro ter convocado um atirador exímio para lhe dar aulas de tiro...ao “Álvaro”!

Aposto que o Senador nem conhece Adoniran Barbosa: ...de tanto levá frechada no perguntar, meu peito, sabe o quê pode virá? Tauba, de tiro ao Álvaro...num tem mais onde furá!...

O curioso Senador quer saber, ainda, quantos tiros o Ministro vai mandar bala, ao dia, porque a lei diz que, só 50 cartuchos, ao ano, podem ser adquiridos. O que daria...uma só bala ao dia!

Balas!! Digo, bolas!!

Então, um Ministro-chefe não tem o direito de usar quantos cartuchos quiser, seja de garrucha, pistola ou pistolão, nessa guerra política?

Claro que tem! Ele foi exilado, não perdeu as convicções e fala bem...menos que o óbvio “lulante”!

Graças a Deus que, nem eu, nem você, leitor, vivemos sob pressão nenhuma...a não ser os das contas em fim de mês! Não é o meu caso, porque, como professora, tenho uma aposentadoria e tanto...mas, se você ganha pouco, gaste menos! Coma menos! Não engorde! Engordar é essencial para os porcos e para os Bancos, pôô!

Ainda na TV, soube do caso da coitada da Terri, nos States. Sem oxigenação no cérebro, devido a um grave problema cardíaco, há 15 anos ela está um vegetal! Alimentada e hidratada por aparelhos... e não é que o marido fiel, que já tem outra mulher, conseguiu que um Juiz autorizasse a retirar as máquinas, com hora marcada?! E deixar a esposa, a quem jurou amar e proteger, na alegria e na tristeza, na saúde ou na doença...morrer, jogada na cama, impotente, sozinha...de fome e de sede?! Às minguas?!

Os pais dela foram contra e conseguiram, de um Juiz, evitar essa eutanásia. Só que o marido fiel voltou a insistir e...um Juiz...um Juiz...mandou matar e...os aparelhos foram retirados!! A moça Terri levará de 10 a 15 dias, para morrer de fome e de sede, no mais rico país do planeta!!

Há um velho ditado: “em cabeça de juiz e bumbum de criança... deixa pra lá! Deixa pra lá! Confiemos no...Final!

Mas, devo reconhecer. Sempre achei o Bush um Presidente enorme, um Presidente grande, um Presidente poderosa e imensamente...burro! mal intencionado! Pseudo deus do Olimpo!...

E não é que ele, no afogadilho, e, modéstia à parte, depois de ler este texto...baixou um decreto, proibindo a eutanásia?!

Lógico que o decreto só vale nos Estados Unidos. Bolas! Digo, balas pro resto do mundo.

Tadinho do Bush! Acho que o problema dele é sério...um tanto familiar. A esposa dele, um canhão perto da nossa primeira-dama, deve ser mandona, “em casa”. E...como auto-ajuda, canhão dentro, bombas fora! Subalterno dentro...imperador do “universo” fora!

Os aparelhos...pelo santo decreto, serão religados na pobre Terri!

- Inda que mal lhe pergunte...qual é a relação, a conclusão entre esses fatos todos e...o porco na sombra?
Sem sombra de dúvida, queridos leitores, duas são as nítidas conclusões: a minha e a sua.Já tive o trabalho de escrever. Você tem a obrigação de pensar e concluir onde é que há porcaria nisso tudo. A minha conclusão é que...estou vendo televisão demais!!

21 de julho de 2010

BICHO DE PÉ

Um renomado pesquisador da UFMG, professor titular da Sociologia, fez um levantamento, em toda Minas Gerais, para saber qual seria o objeto de desejo do homem mineiro... Em todos os rincões das Gerais, os homens respondiam de bate pronto: - Dinheiro e mulher. Não dava outra, a resposta era sempre a mesma.Quase ao final da pesquisa, ele encontrou em Guaxupé, um mineirinho de uns setenta anos, franzino, sentado de cócoras no pondions(*), na beira da estrada, pitando um cigarrim de palha. - Bom dia! O mineirinho deu uma tragada, cuspiu de lado e, sem olhar, respondeu: - Diiia, sô!- Estou fazendo uma pesquisa para saber quais as coisas que o homem mineiro mais gosta... O senhor pode me responder quais são as coisas do seu agrado? O mineirim deu mais uma pitada, mais uma cuspida de banda e disse: - Uai, sô! As coiss qui eu mais apreceio é 'o dinheiru, as muié e... o bicho di pé!'. O pesquisador, estranhando a inclusão do item "bicho de pé" na resposta, perguntou: -Olha, todos respondem "dinheiro e mulher". Mas, e o bicho de pé? Mais uma pitada e mais uma cuspida, o mineirinho retruca: -Uai, sô! Pra que qui serve nóis tê dinheiru e muié, se o "bicho" num fica di pé? (*) "Pondions", em mineirês, quer dizer "ponto de ônibus".


O credo, a cruz e o cruz credo!

Então, fiquei sabendo que existia um Frade, de nome Demétrius dos Santos Silva, de S.Paulo. Ele opinava sobre o uso da Cruz em repartições públicas.O Ministério Público é a favor da proibição da presença dela, naquelas repartições. O tal de Frade concorda com a proibição.Vejamos alguns de seus argumentos
“Nunca gostei de ver a Cruz em tribunais, onde os pobres têm menos direitos que os ricos e onde as sentenças são vendidas e compradas.”
O Frade também não quer a Cruz nas Câmaras Legislativas, em que a corrupção é a moeda mais forte.
Segundo ele, a Cruz também não poderia estar em Delegacias, cadeias e quartéis, onde os pequenos são torturados e constrangidos.
“Também não a quero ver em prontos socorros e hospitais, em que pessoas pobres morrem sem atendimento”,
E termina o Frade: que...”Cristo não é a favor da sórdida política brasileira”. Nada da Cruz, portanto, em repartições públicas.
A amiga que me enviou o assunto fez uma afirmativa que o Frade falava em nome de todos os cristãos. Ah! Não, em meu nome não!! Sou contra o Ministério Público e sou contra o Frade.
Leitor, analise os meus argumentos.
Jesus Cristo, simples e pobre, nasceu numa manjedoura...emprestada; viajou no lombo de um burrico...emprestado; fez milagres num barco...emprestado! Só a Cruz era Dele!
Humilde, Jesus Cristo era seguido por paupérrimos, por doentes, por aleijados, por leprosos!
Tenho cá com meus botões que Ele ficaria muito mal humorado se tivesse que morar na riqueza e suntuosidade do Vaticano!
A Cruz, (em que Ele morreu por nós) prova a caridade em Suas últimas palavras dirigidas ao ladrão ao lado: “Ainda hoje estarás comigo no paraíso!”...
Agora vou conversar com o Frade: “Meritísso Sr. Demétrius, Cristo morreu para nos salvar, mas...parece que não adiantou nada, não é? A maldade, a corrupão, a pedofiliae continuam, por todos os cantos, é certo ou não?! As palavras Dele:”Pedro, sobre estas pedras construirás a Minha Igreja!”...sempre cá com meus botões...ando em dúvida se a Igreja tem feito o certo...já se passaram 2 mil anos, pô!! Creio que Ele precise voltar e fazer algumas modificações, como no seu modo de pensar, meritíssimo Frade, que pretende a Cruz só em lugares “nobres”. Ela deve, sim, representar o amor e a caridade em todos os cantos onde houver lágrimas e dor!

Meritísso Frade, Jesus não era quietinho resignado, não!! Ele chicoteou os vendilhões do Templo! Talvez, sempre cá com meus botões, o Frade precise de uma...chicotada!
Com todo o meu respeito, daidypeterlevitz@hotmail.com

20 de julho de 2010

O boteco do futuro...
Um sujeito entra num boteco novinho, todo hi-tech, e pede uma bebidinha..O barman é um robô, que serve um cocktail perfeito e pergunta:- Qual é o seu QI?O homem responde:- Uns 150.Então o robô inicia uma conversa sobre aquecimento global,espiritualidade universal, física quântica, interdependênciaambiental, teoria das cordas, nanotecnologia, e por aí afora...O cara ficou impressionado, e resolveu testar o robô.Saiu,... deu uma volta e retornou ao balcão.Novamente o robô pergunta:- Qual é o seu QI?O homem responde:- Deve ser uns 100.Imediatamente o robô lhe serve um uisquinho e começa a falar, agorasobre futebol, fórmula 1, super-modelos, comidas favoritas, armas,corpo de mulher, e outros assuntos semelhantes. ......... ...O sujeito ficou abismado. Sai do bar,.... para pensar.... e resolvevoltar e fazer mais um teste.Novamente o robô lhe faz a pergunta:- Qual é o seu QI?O homem dá uma disfarçada e responde:- Uns 20, eu acho!!!!!Então o robô lhe serve uma cachaça, se inclina no balcão e diz pausadamente:- E aí mano e o CURINTIA ??????
A Juíza pergunta à prostituta: - Quando você percebeu que havia sido estuprada?E a prostituta, secando as lágrimas diz: - Quando o cheque voltou!!!
A mulher entra num restaurante e encontra o marido com outra: - Pode me explicar o que é isto?E ele responde: - Só pode ser azar!
Vizinha: - Fernanda, você está doente? Te pergunto porque eu vi sair um médico da sua casa, esta manhã...- Olha, minha querida, ontem eu vi sair um militar da sua e nem por isso você está em guerra, não é verdade?
O analista: - Diga-me, por que motivo você quer divorciar-se de seu esposo?-Meu marido me trata como se eu fosse um cão!-Ele a maltrata? Bate em você?- Não, quer que eu seja fiel!
A mulher diz, apavorada, ao amante: - Meu marido está chegando!... e agora, o que eu faço?- Pule pela janela!- Mas nós estamos no 13º. andar!-Agora não é hora para superstições!
Em Londres, marido e mulher sentam-se no restaurante e o garçom pergunta: - O que os senhores desejam?- Eu quero um filé mal passado! - responde o homem.- Senhor, tem certeza? ... e a vaca louca?- Sei lá, pergunta aí pra ela....
Uma senhora vaidosa pergunta a um senhor sincero: - Que idade o senhor me dá?-Bem... pelos cabelos, dou-lhe vinte anos, pelo olhar, dezenove, pela sua pele, dezoito, e pelo seu corpo, dezessete anos!- Hummm, mas como o senhor é lisonjeador!- Nada disso, sou sincero... agora espere, que vou fazer a soma.
Num dia de muito calor, o marido sai do banho pelado, chega pra esposa e fala: - Meu bem, está muito quente...o que você acha que os vizinhos vão dizer se eu for cortar a grama assim, completamente nu? A mulher olha pra ele e responde: - Provavelmente, que eu casei com você só por dinheiro...


LEVE SEU MESSENGER PARA ONDE VOCÊ ESTIVER PELO SEU CELULAR. CLIQUE E VEJA COMO FAZER.

PARABÉNS, A VOCÊ, NESTA DATA QUERIDA, MUITA FELICIDADE, MUITOS ANOS DE VIDA!!

ESSA MENSAGEM VAI AO MEU PRIMO, QUE ATUA EM S.PAULO, MÉDICO, e que aniversaria!

É o dr. Marcos Aurélio Peterlevitz, filho do casal Rolando Peterlevitz.

Sabe, querido aniversariante, da última vez que o vi...o dr. mamava na mãe! uma belezinha de neném!

O tempo vai, veloz e divide os caminhos!

Mas, nada consegue, entre nós, os PETERLEVITZ, a quem amo muito e procuro fazer do meu melhor, para que esse amor, esse respeito continuem!!

Meu abraço.

Daidy.

19 de julho de 2010

Frases do ônibus da seleção 2010 - Foi só o que sobrou‏.

Clique nas fotos para ver em tamanho maior








Olá amiga!
Como está? Mande notícias. Veja se interessa este artigo. Acabei de receber.
Abração
Irene

Caras e Caros,

A opinião pública (se isso, aliás, existir) deve estar de luto pelo melancólico fim da edição impressa do Jornal do Brasil, um dos raros baluartes da imprensa durante a resistência à ditadura, de triste e hedionda memória.

Não se pode falar de jornalismo no Brasil sem citar, com a devida distinção, o agora saudoso Jornal do Brasil, cuja redação e sucursais pelo Brasil foram verdadeira escola de jornalismo. Basta citar nomes como Castello Branco (nada a ver com o medíocre aprendiz de ditador que morreu carbonizado em circunstâncias até hoje não esclarecidas), Alberto Dines e Newton Rodrigues, que dignificam a história do jornalismo brasileiro.

Além da recomendável leitura deste artigo do jornalista Beto Almeida, publicado pela Carta Maior, fique o registro indignado de um anônimo leitor que assiste perplexo à ascensão de jornalecos serviçais de interesses inconfessáveis (desde bajulações indecorosas aos gendarmes que se sucederam no Planalto nos anos de chumbo até as mais vis manipulações que a história tem notícia), como o grupo Marinho, o qual, feito erva daninha, cresceu no entorno das ruínas do combativo diário da consciência nacional tal como a emissora do grupo, cuja expansão se deu com a questionável falência da até então poderosa Rede Tupi.

Sem saudosismo, é preciso lutar pela verdadeira liberdade de imprensa, que não pode estar submetida às leis de mercado nem dos grupelhos "empresariais", que muitas vezes se confundem com os chefetes do crime organizado, que ameaça a sobrevivência do Estado de Direito, por cuja implantação muitos verdadeiros heróis anônimos perderam a vida.

Abraços,

Roberto Buenno



18 de julho de 2010

Texto repassado pela sempre minha querida Ivoninha, filha da sra. Ivone, que aniversariou no dia 14.

Oi meus amigos... Recebi de um amigo do Recanto, este esclarecedor e-mail... Usava muito o microondas para ferver água... Coincidentemente uma de minhas vizinhas queimou-se ao ferver o leite... Graças a Deus ficou sem nenhuma sequela... Mas isso dá mesmo medo... Bjs e fiquem na paz de JESUS! Ivoninha
REPASSANDO... A ÁGUA NO MICROONDAS

Faz 5 dias meu filho de 26 anos decidiu tomar uma xícara de café instantâneo. Pôs para aquecer no microondas (algo que já havia feito antes em várias ocasiões) uma xícara somente com água.
Não sei exatamente por quanto tempo o programou mas me disse que queria que a água fervesse. Quando o tempo acabou o forno se apagou e ele tirou a xícara do forno. Enquanto olhava a xícara se deu conta que a água não estava fervendo; todavia, a água saltou diretamente para seu rosto.
Ele a soltou de suas mãos depois que a água havia saltado para seu rosto devido a energia acumulada..
Todo seu rosto têm feridas de 1º e 2º graus e é muito provável que o rosto ficará marcado.
Além de haver perdido a vista parcialmente do olho esquerdo.
Enquanto estávamos no hospital o doutor que o atendía comentou que estes tipos de acidentes eram muito
frequentes e que nunca devería por somente água para aquecer em microondas.Se se aquece água desta forma sempre se deve pôr algo na água, um palito de madeira ou um sachê de chá,

mas se se vai aquecer somente a água é mehor usar o fogão à gás. Isto é o que um professor de física disse a respeito:
'Obrigado por me enviar a mensagem advertido-me a cerca da água em microondas.
Soube de vários casos. Isto é causado por um fenômeno conhecido como super-aquecimento' .
Pode acontecer em qualquer momento que a água está aquecendo.....
especialmente se o utensílio que se está usando é novo.O que acontece é que a água se aquece muito mais rápido que as borbulhas que começarão a se formar.

Se a xícara é nova não têm nenhum raspão ou ranhura por onde as borbulhas possam ir e possam começar
a borbulhar na água que já está fervendo, de tal maneia que a água vai aquecendo sobrepassando o tempo de ferver
(como quem diz ferve...e ferve... e ferve....).O que acontece então é que a água se obstrui, fica estancada e ao contato com o ar a água salta com força pela energia contida. Por favor enviem esta mensagem a todos seus amigos, poderão evitar uma grande dor e sofrimento.
POR FAVOR REENVIAR PARA TODOS SEUS CONTATOS É MUITO IMPORTANTE. CREIO QUE A MAIORIA O IGNORAM: NÃO FERVER ÁGUA EM MICROONDAS!! Nunca deixe para amanhã o que pode fazer hoje, amanhã sería muito tarde...
===

15 de julho de 2010

Quando seremos melhores, como os animais?























A minha amiga Daidy me pediu para postar aqui a homenagem que fiz ao país de meus tatarabulelos (bisavós) no meu blog na segunda feira.

A Furia espanhola!
Vencemos



A família


O Comandante



O Mestre



O Herói...


...E a Festa


Obrigado aos campeões do mundo!

Agnaldo "Billy" Vergara
A vida lhe coloca onde você escolheu estar...

Nasceste no lar que precisavas.
Vestiste o corpo físico que merecias.
Moras onde melhor Deus te proporcionou, de acordo com teu adiantamento.

Possuis os recursos financeiros coerentes com as tuas necessidades, nem mais, nem menos, mas o justo para as tuas lutas terrenas.
Teu ambiente de trabalho é o que elegeste espontaneamente para a tua realização.
Teus parentes e amigos são as almas que atraístes, com tua própria afinidade.

Portanto, teu destino está constantemente sobre teu controle.
Tu escolhes, recolhes, eleges, atrais, buscas, expulsas, modificas, tudo aquilo que te rodeia a existência.

Teus pensamentos e vontade são a chave de teus atos, atitudes são as fontes de atração e repulsão na tua jornada vivencial.

Não reclames, nem te faças de vítima.
Antes de tudo, analisa e observa.
A mudança está em tuas mãos.
Reprograme tua meta,
Busque o bem e viverás melhor.

Francisco Cândido Xavier
E começa o “terceiro tempo”.Zero a zero no placar!

Daidy Peterlevitz

@ - Um momento, salada novamente?

- Nãããão! O sinal é só para separar os jogadores.. Salada, no inverno...hum, feijoada é melhor!

- Não entendo...

- E nem precisa! Eu venho é para complicar!

@ O presidenciável Lula Rousseff, na África do Sul, prometeu a “Copa Verde”, com absoluta transparência nas contas. E, e se ele/ela não estiverem no poder? Ele/ela combinaram isso com o Serra ou apenas prometem aquilo que não podem cumprir? Isso é fácil, até eu que sou mais boba. Mas não faria isso, porque sou cidadã honesta.

@ No Distrito Federal (leia-se “detrito), os deputados prolongaram para dois meses, as férias parlamentares..No período extra, o mesmo salário e uma só reunião de 4h, às terças. Eita mordomia que esse povo, “bão” demais permite!

@ Alô maridos e mulheres casados, juntados, anexados ou o que seja... se insatisfeitos, o divórcio agora é de imediato, sem os prazos exigidos antes. Creio que seja justo, a modernidade precisa de rapidez, a mesma com que se junta, se anexa, se casa, para...curta permanência! Filho, filha? Que “Zidanem”!

@ A propósito do relacionamento entre marido e mulher, li em Kardec, não me recordo se no Evangelho Segundo o Espiritismo ou se no Livro dos Espíritos, não importa, li dois assuntos. Um dizia que, na desarmonia, nos desencontros e desencantos, o casal poderia separar-se, porque Deus não quer o sofrimento. Só que o segundo assunto de Kardec dizia que o casal tem temas não resolvidos e que o fará, em qualquer encarnação, mas o fará. Cáspita! Sou divorciada e fiquei com preguiça. Tudo, de novo, novamente e outra vez? A prisão, em nossos tempos e nesta dimensão , chega aos 30 anos. Eu e ele já cumprimos 8 anos a mais, nessa...sentença! 38 anos. Dá não pra liberar a gente, Sr. Kardec? Lógico que estou brincando! Somos civilizados e, entre mortos e feridos, salvaram-se todos.

@ Sobre a Copa 2014, em nosso amado Brasil:Mais de R$ 100 bilhões deverão ser investidos, na construção e reconstrução dos estádios, melhoria nos aeroportos – que andam péssimos e a ANAC sabe disso, na rede hoteleira, nas estradas, na infraestrura enfim. Isso é bom. Vai gerar milhões de empregos, diretos ou não. Isso ajudará na Economia ou vai dar inflação? Mais dinheiro, mais consumo e deixo o assunto com o ministro Mantega..Eu tenho cá o meu “porquinho”, não há crise, como não a houve, no Chile! Guardar na época das vacas gordas...e, já que estamos num zoológico, porco e vacas, nem precisamos do “polvo alemão”, o adivinhador., para saber da Economia que, apesar dos economistas, é coisa simples: economia doméstica.

@ Por falar em recuperação de estádios, na Bahia há um que vai custar R$590 milhões. O governo baiano vai entrar com R$400 milhões, a serem pagos em 15 anos e aí a dívida triplica! Ouvi muitos baianos reclamando – sai do bolso deles, sobre a utilidade disso, depois da Copa. Talvez mais um elefante branco.

@ Sem dúvida, quem lucra com tudo isso é a FIFA. E os Patrocinadores que já obtiveram F$ 900 milhões de isenção, nos impostos. O espetáculo deve continuar.

@ A Lei que não vai “pegar”, mais uma! A de não xingar, nos jogos da Copa. Ora, se 190 milhões que somos, sequer conseguimos vigiar e inibir a corrupção, entre os menos de 800 parlamentares...quem irá “vigiar” e punir 50, 60 70 80 mil torcedores? Piada.

@ Prefiro estas: “Vendo uma vuvunzela em bom estado.Só três jogos de uso” ou: “O Dunga será funcionário do governo Lula, contra as drogas, com o lema: “Não gostamos de craques!”

daidypeterlevitz@hotmail.com

14 de julho de 2010

Feliz aniversário!!

Quero, bem do fundo do meu coração, cumprimentar a sra. Ivone, mãe da Ivoninha, nossa amiga de sempre, que aniversaria hoje. 70 anos e mais alguns? Isso não importa é nada!!

Importam, sim, todos os valores éticos que Ela transmitiu a todos!

Hoje é raro isso, pela modernidade, pelos casamentos desencontrados, feitos todos em “curta permanência”..

Há valores, ainda e felizmente!

Nesse curta mensagem minha, meus sinceros parabéns, sra. Ivone, mãe da Ivoninha, pelo seu aniversário!

Que Deus a abençoe a cada minuto e a cada dia!

São os votos da Daidy.

Como você vai fazer se não tiver dinheiro para pagar o pedágio?

A solução existe e é muito simples, pena que nós, o povo, os usuários, somos sempre os últimos a saber.

Meus amigos e amigas:

Vou dar um depoimento pessoal e gostaria que esta niformação fôsse divulgada...

Na última sexta feira, 26.02.2010, voltando de viagem de Sao José do Rio PretoSP., para quem conhece a Rodovia Washington Luis, há um Posto chamado Catelo ou Castelinho.

Parei para abastecer e pegar dinheiro para pagar os pedágios faltantes até SP. De repente, meu cartao travou na boca do caixa eletrônico e fiquei apavorado por não contar com dinheiro vivo.

Quando sai do Caixa do Banco havia, nas proximidades, um Policial Rodoviário e perguntei para ele como deveria proceder.

AQUI VAI A, EXCELENTE, ORIENTAÇÃO QUE RECEBI E AGRADEÇO:

"SEGUE VIAGEM E QUANDO ESTIVER NO PEDÁGIO, DIZ QUE ESTÁ SEM DINHEIRO. SEM QUALQUER PROBLEMA OU CONSTRANGIMENTO, ELES EMITIRÃO UM BOLETO PARA VOCÊ PAGAR MAIS TARDE.

FOI EXATAMENTE O QUE ACONTECEU. FOI PERFEITO!

Voltei a SP com vários boletos (para os 4 Pedágios que faltavam para chegar à Capital), para esta semana ir ao Banco e pagá-los, normalmente.

Quantos de vocês sabiam ou sabem disto?

Porque o Poder Público não nos passa esta informação?

Espero que esta informação os ajude porque, realmente, é de UTILIDADE PÚBLICA.

Esta norma se aplica a qualquer Estrada ou Rodovia do País.

Portanto, na próxima viagem, se você ficar sem o dinheiro do Pedágio, não se apavore...

Passe no Pedágio e peça o BOLETO PARA PAGAMENTO POSTERIOR que eles emitem na hora.

E, EXCELENTES VIAGENS!!


.
Imagem removida pelo remetente.








__.

13 de julho de 2010

Amanhã aniversaria meu amigo, o Agnaldo Billy Vergara!

E gostaria de lhe enviar mensagem simples:

Nos poucos seus 41 anos, você conquistou um dedo da minha mão!

Algum sábio disse que, no final da vida, os amigos de sempre, aqueles que nos perdoam as falhas, que entendem nossa alma e o que se passa nela...chegariam a cinco. Os dedos da mão.

Sou destra, ao escrever, mas... ao amassar um pão, ao fazer os deliciosos nhoques ou o apstrudel, como a mão da esquerda ajuda!

Você escolhe qual dedo quer e de qual mão!

Deus o abençoe, sempre!!

Daidy.

12 de julho de 2010

Esta, meus queridos, foram as últimas palavras da dra. Zlda Arns, antes de morrer, no Haiti:

“Quero manifestar minha grande alegria por estar aqui com todos vocês no Haiti, para participar da assembleia de religiosos. Estou muito feliz entre todos vocês. Dou graças a Deus por este momento.

Hoje vou compartilhar com vocês uma verdadeira história de amor e inspiração divina, um sonho que se fez realidade.

Numa noite de maio de 1982, eu, viúva fazia cinco anos, estava reunida com meus cinco filhos, quando recebi chamada telefônica de meu irmão D. Paulo Evaristo Arns. Como tornar realidade a proposta da Igreja de ajudar a reduzir a morte das crianças? Eu me senti feliz diante deste novo desafio. Era o que mais desejava: educar as mães e famílias para que soubessem cuidar melhor de seus filhos!

Creio que Deus, de certo modo, havia me preparado para esta missão.

Me veio à mente então a metodologia que Jesus utilizou para saciar a fome da multidão: Ele que se sentassem em grupos de cinquenta a cem pessoas, ou seja, em pequenas comunidades. Então pensei: “Por que morrem milhões de crianças por motivos que podem facilmente ser prevenidos? O que faz com que eles se tornem criminosos e violentos na adolescência?”

A Igreja, que somos todos nós, que devíamos fazer? Seguir a metodologia de Jesus: organizar as pessoas em pequenas comunidades; identificar líderes, que se dispusessem a trabalhar voluntariamente nessa missão de salvar vidas; para isso seriam capacitados, no espírito da fé e vida.

Desde a primeira experiência, a Pastoral da Criança cultivou a metodologia de Jesus, que é aplicada em grande escala. No Brasil, em mais de 40 mil comunidades, 7.000 paróquias de todas as 272 diocese e prelazias. Está se estendendo a 20 países.

Os resultados do trabalho voluntário, com a mística do amor a Deus e ao próximo, mostram como a sociedade organizada pode ser protagonista de sua transformação. Neste espírito, ao fortalecer os laços que ligam a comunidade, podemos encontrar as soluções para os graves problemas sociais que afetam as famílias pobres.

A paz é uma conquista coletiva.

“Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos” significa trabalhar pela inclusão social, que é fruto da Justiça. Cremos que essa transformação social exige um investimento máximo de esforços para o desenvolvimento integral da criança, que começa quando ela se encontra ainda no ventre sagrado da sua mãe. As crianças, quando estão bem cuidadas, são sementes de paz e esperança.

Como os pássaros, que cuidam de seus filhos ao fazer um ninho no alto das árvores e nas montanhas, longe de predadores, de ameaças e perigos, e mais perto de Deus, assim também deveríamos cuidar de nossos filhos como um bem sagrado: promover o respeito a seus direitos e protegê-los.

Muito obrigada!

Que Deus esteja com vocês!”

O GOLEIRO BRUNO...

1. As mulheres dizem que Cristiano Ronaldo e Kaká são lindos de morrer.
Elas precisam conhecer o goleiro Bruno. Ele é de matar.

2. Bruno dispensa advogado, alegando que como ele é goleiro, fará sua
própria defesa.

3. Goleiro Bruno vai mudar de esporte. Vai pro XADREZ.

4. Fase do mata-mata: Cristiano Ronaldo mata no peito, Val Baiano mata
na canela, Felipe Melo mata no campo e o Goleiro Bruno mata no sítio.

5. O Bruno é tão bom goleiro que nunca engoliu frangos, agora, quando o
assunto é presuntos....

6. Poderiam ter levado para a Copa o goleiro Bruno do Flamengo,
estaríamos sossegados agora nesta fase do mata-mata!!!!!

7. O São Paulo tem o goleiro artilheiro, o Flamengo tem o goleiro
matador!

8. Sorte de hoje: o goleiro Bruno não sabe que você tem um filho dele.

9. Um grande time tem um goleiro pegador e um atacante matador, mas o
Flamengo tinha tudo trocado ,o Adriano pegador e o Bruno matador !

Agradeço ao amigo e colaborador, Marcos Ferrari, o envio desse bem "bolado" texto.
Daidy.





8 de julho de 2010

Carta de Gilberto Geraldo Garbi para Lula.
Gilberto Geraldo Garbi foi um dos alunos classificados a seu tempo como UM DOS MELHORES ALUNOS DE MATEMÁTICA que já haviam adentrado o ITA, entre outras honrarias que recebeu daquela instituição. Depois de graduado, desenvolveu carreira na TELEPAR, onde chegou a Diretor Técnico e Diretor Presidente, sendo depois Presidente da TELEBRAS.



A CAMINHO DOS 99,9999995%
( Gilberto Geraldo Garbi )

Há poucos dias, a imprensa anunciou amplamente que, segundo as últimas pesquisas de opinião, Lula bateu de novo seus recordes anteriores de popularidade e chegou a 84% de avaliação positiva. É, realmente, algo "nunca antes visto nesse país" e eu fiquei me perguntando o que poderemos esperar das próximas consultas populares.

Lembro-me de que quando Lula chegou aos 70% achei que ele jamais bateria Hitler, a quem, em seu auge, a cultíssima Alemanha chegara a conceder 82% de aprovação.

Mas eu estava enganado: nosso operário-presidente já deixou para trás o psicopata de bigodinho e hoje só deve estar perdendo para Fidel Castro e para aquele tiranete caricato da Coreia do Norte, cujo nome jamais me interessei em guardar. Mas Lula tem uma vantagem sobre os dois ditadores: aqui as pesquisas refletem verdadeiramente o que o povo pensa, enquanto em Cuba e na Coreia do Norte as pesquisas de opinião lembram o que se dizia dos plebiscitos portugueses durante a ditadura lusitana: SIM, Salazar fica; NÃO, Salazar não sai; brancos e nulos sendo contados a favor do governo...(Quem nunca ouviu falar em Salazar, por favor, pergunte a um parente com mais de 60).

Portanto, a popularidade de Lula ainda "tem espaço" para crescer, para empregar essa expressão surrada e pedante, mas adorada pelos economistas. E faltam apenas cerca de 16% para que Lula possa, com suas habituais presunção e imodéstia, anunciar ao mundo que obteve a unanimidade dos brasileiros em torno de seu nome, superando até Jesus Cristo ou outras celebridades menores que jamais conseguiram livrar-se de alguma oposição...

Sim, faltam apenas 16% mas eu tenho uma péssima notícia a dar a seu hipertrofiado ego: pode tirar o cavalinho da chuva, cumpanhero, porque de 99,9999995% você não passa.

Como você não é muito chegado em Aritmética, exceto nos cálculos rudimentares dos percentuais sobre os orçamentos dos ministérios que você entrega aos partidos que constituem sua base de sustentação no Congresso, explico melhor: o Brasil tem 200.000.000 de habitantes, um dos quais sou eu. Represento, portanto, 1 em 200.000.000, ou seja, 0,0000005% enquanto os demais brasileiros totalizam os restantes 99,9999995%. Esses, talvez, você possa conquistar, em todo ou em parte. Mas meus humildes 0,0000005% você jamais terá porque não há força neste ou em outros mundos, nem todo o dinheiro com que você tem comprado votos e apoios nos aterros sanitários da política brasileira, não há, repito, força capaz de mudar minha convicção de que
você foi o pior dentre todos os presidentes que tive a infelicidade de ver comandando o Brasil em meus 65 anos de vida.

E minha convicção fundamenta-se em um fato simples: desde minha adolescência, quando comecei a me dar conta das desgraças brasileiras e a identificar suas causas, convenci-me de que na raiz de tudo está a mentalidade dominante no Brasil, essa mentalidade dos que valorizam a esperteza e o sucesso a qualquer custo; dos que detestam o trabalho e o estudo; dos que buscam o acesso ao patrimônio público para proveito pessoal; dos que almejam os cabides de emprego, as sinecuras e os cargos fantasmas; dos que criam infindáveis dinastias nepotistas nos órgãos públicos; dos que desprezam a justiça desde que a injustiça lhes seja vantajosa; dos que só reclamam dos privilégios por não estar incluídos entre os privilegiados; dos que enriquecem através dos negócios sujos com o Estado; dos que vendem seus votos por uma camiseta, um sanduíche ou, como agora, uma bolsa família; dos que são de tal forma ignorantes e alienados que se deixam iludir pelas prostitutas da política e beijam-lhes as mãos por receber de volta algumas migalhas do muito que lhes vem sendo roubado desde as origens dos tempos; dos que são incapazes de discernir, comover-se e indignar-se diante de infâmias.

Antes e depois de mim, muitos outros brasileiros, incomparavelmente melhores e mais lúcidos, chegaram à mesma conclusão e, embora sejamos minoria, sinto-me feliz e honrado por estar ao lado de Rui Barbosa. Já ouviu falar nele? Como você nunca lê, eu quase iria sugerir-lhe que pedisse a algum de seus incontáveis assessores que lhe falasse alguma coisa sobre a Oração aos Moços... Mas, esqueça... Se você souber o que ele, em 1922, disse de políticos como você e dos que fazem parte de sua base de sustentação, terá azia até o final da vida.

Pense a maioria o que quiser, diga a maioria o que disser, não mudarei minha convicção de que este País só deixará de ser o que é - uma terra onde as riquezas produzidas pelo suor da parte honesta e trabalhadora é saqueada pelos parasitas do Estado e pelos ladrões privados eternamente impunes - quando a mentalidade da população e de seus representantes for profundamente mudada.

Mudada pela educação, pela perseverança, pela punição aos maus, pela recompensa aos bons, pelo exemplo dos governantes.
E você Lula, teve uma oportunidade única de dar início à mudança dessa mentalidade, embalado que estava com uma vitória popular que poderia fazer com que o Congresso se curvasse diante de sua autoridade moral, se você a tivesse.
Você teve a oportunidade de tornar-se nossa tão esperada âncora moral, esta sim, nunca antes vista nesse País.
Mas não, você preferiu o caminho mais fácil e batido das práticas populistas e coronelistas de sempre, da compra de tudo e de todos.
Infelizmente para o Brasil, mas felizmente para os objetivos pessoais seus e de seu grupo, você estava certo: para que se esforçar, escorado apenas em princípios de decência, se muito mais rápido e eficiente é comprar o que for necessário, nessa terra onde quase tudo está à venda?

Eu não o considero inteligente, no nobre sentido da palavra, porque uma pessoa verdadeiramente inteligente, depois de chegar aonde você chegou, partindo de onde você partiu, não chafurdaria nesse lamaçal em que você e sua malta alegremente surfam, nem se entregaria a seu permanente êxtase de vaidade e autoidolatria.
Mas reconheço em você uma esperteza excepcional: nunca antes nesse País um presidente explorou tão bem, em proveito próprio e de seu bando, as piores qualidades da massa brasileira e de seus representantes.
Esse é seu legado maior, e de longa duração: o de haver escancarado a lúgubre realidade de que o Brasil continua o mesmo que Darwin encontrou quando passou por essas plagas em 1832 e anotou em seu diário: "Aqui todos são subornáveis".
Você destruiu as ilusões de quem achava que havíamos evoluído em nossa mentalidade e matou as esperanças dos que ainda acreditavam poder ver um Brasil decente antes de morrer.

Você não inventou a corrupção brasileira, mas fez dela um maquiavélico instrumento de poder, tornando-ageneralizada e fazendo-a permear até os últimos níveis da Administração.

O Brasil, sob você, vive um quadro que em medicina se chamaria de septicemia corruptiva.
Peça ao Marco Aurélio para lhe explicar o que é isso.
Você é o sonho de consumo da banda podre desse País, o exemplo que os funcionários corruptos do Brasil sempre esperaram para poder dar, sem temores, plena vazão a seus instintos.

Você faz da mentira e da demagogia seu principal veículo de comunicação com a massa.
A propósito, o que é que você sente, todos os dias, ao olhar-se no espelho e lembrar-se do que diz nos palanques?
Você sente orgulho em subestimar a inteligência da maioria e ver que vale a pena?

Você mentiu quando disse haver recebido como herança maldita a política econômica de seu antecessor, a mesma política que você manteve integralmente e que fez a economia brasileira prosperar.
Você mentiu ao dizer que não sabia do Mensalão
Mentiu quando disse que seu filho enriqueceu através do trabalho
Mentiu sobre os milhões que a Ong 13, de sua filha, recebeu sem prestar contas
Mentiu ao afastar Dirceu, Palocci, Gushiken e outros cumpanheros pegos em flagrante
Mente quando, para cada platéia, fala coisas diferentes, escolhidas sob medida para agradá-las
Mentiu, mente e mentirá em qualquer situação que lhe convenha.

Por falar em Ongs, você comprou a esquerda festiva, aquela que odeia o trabalho e vive do trabalho de outros, dando-lhe bilhões de reais através de Ongs que nada fazem, a não ser refestelar-se em dinheiro público, viajar, acampar, discursar contra os exploradores do povo e desperdiçar os recursos que tanta falta fazem aos hospitais.

Você não moveu uma palha, em seis anos de presidência, para modificar as leis odiosas que protegem criminosos de todos os tipos neste País sedento de Justiça e encharcado pelas lágrimas dos familiares de tantas vítimas.

Jamais sua base no Congresso preocupou-se em fechar ao menos as mais gritantes brechas legais pelas quais os criminosos endinheirados conseguem sempre permanecer impunes, rindo-se de todos nós.
Ao contrário, o Supremo, onde você tem grande influência, por haver indicado um bom número de Ministros, acaba de julgar que mesmo os condenados em segunda instância podem permanecer em liberdade, até que todas as apelações, recursos e embargos sejam julgados, o que, no Brasil, leva décadas.
Isso significa, em poucas palavras, que os criminosos com dinheiro suficiente para pagar os famosos e caros criminalistas brasileiros podem dormir sossegados, porque jamais irão para a cadeia.
Estivesse o Supremo julgando algo que interessasse a seu grupo ou a suas inclinações ideológicas, certamente você teria se empenhado de corpo e alma.
Aliás, Lula, você nunca teve ideais, apenas ambições.
Você jamais foi inspirado por qualquer anseio de Justiça. Todas as suas ações, ao longo da vida, foram motivadas por rancores, invejas, sede pessoal de poder e irrefreável necessidade de ser adorado e ter seu ego adulado.

Seu desprezo por aquilo que as pessoas honradas consideram Justiça manifesta-se o tempo todo: quando você celeremente despachou para Cuba alguns pobres desertores que aqui buscavam a liberdade; quando você deu asilo a assassinos terroristas da esquerda radical; quando você se aliou à escória do Congresso, aquela mesma contra quem você vociferava no passado; quando concedeu aumentos nababescos a categorias de funcionários públicos já regiamente pagos, às custas dos impostos arrancados do couro de quem trabalha arduamente e ganha pouco; quando você aumentou abusivamente as despesas de custeio, sabendo que pouquíssimo da arrecadação sobraria para os investimentos de que tanto carece a população; quando você despreza o mérito e privilegia o compadrio e o populismo; e vai por aí.... Justiça, ora a Justiça, é o que você pensa...

Você tem dividido a nação, jogando regiões contra regiões, classes contra classes e raças contra raças, para tirar proveito das desavenças que fomenta.

Aliás, se você estivesse realmente interessado, como deveria, em dar aos pobres, negros e outros excluídos as mesmas oportunidades que têm os filhos dos ricos, teria se empenhado a fundo na melhoria da saúde e do ensino públicos.
Mas você, no íntimo, despreza o ensino, a educação e a cultura, porque conseguiu tudo o que queria, mesmo sendo inculto e vulgar. Além disso, melhorar a educação toma um tempo enorme e dá muito trabalho, não é mesmo?
E se há coisa que você e o Partido dos Trabalhadores definitivamente detestam é o trabalho: então, muito mais fácil é o atalho das cotas, mesmo que elas criem hostilidades entres as cores, que seus critérios sejam burlados o tempo todo e que filhos de negros milionários possam valer-se delas.

A Imprensa faz-lhe pouca oposição porque você a calou, manipulando as verbas publicitárias, pressionando-a economicamente e perseguindo jornalistas.

O que houve entre o BNDES e as redes de televisão?
O que você mandou fazer a Arnaldo Jabor, a Boris Casoy, a Salete Lemos?
Essa técnica de comprar ou perseguir é muito eficaz. Pablo Escobar usou-a com muito sucesso na Colômbia, quando dava a seus eventuais opositores as opções: "O plata, o plomo". Peça ao Marco Aurélio para traduzir. Ele fala bem o Espanhol.

Você pode desdenhar tudo aquilo que aqui foi dito, como desdenha a todos que não o bajulem.

Afinal, se você não é o maior estadista do planeta, se seu governo não é maravilhoso, como explicar tamanha popularidade?
É fácil: políticos, sindicatos, imprensa, ONGs, movimentos sociais, funcionários públicos, miseráveis, você comprou com dinheiro, bolsas, cotas, cargos e medidas demagógicas.
Muita gente que trabalha, mas desconhece o que se passa nas entranhas de seu governo, satisfez-se com o pouco mais de dinheiro que passou a ganhar, em consequência do modesto crescimento econômico que foi plantado anteriormente, mas que caiu em seu colo.
Tudo, então, pode se resumir ao dinheiro e grande parte da população parece estar disposta a ignorar os princípios da honradez e da honestidade e a relevar as mentiras, a corrupção, os desperdícios, os abusos e as injustiças que marcam seu governo em troca do prato de lentilhas da melhoria econômica.

É esse, em síntese, o triste retrato do Brasil de hoje... E, como se diz na França, "l´argent n´est tout que dans les siècles où les hommes ne sont rien".

Você não entendeu, não é mesmo? Então pergunte à Marta. Ela adora Paris e há um bom tempo estavamos sustentando seu gigolô franco-argentino...

Gilberto Geraldo Garbi

Em Nosso Blog, todo mundo "apita" seja daqui ou de lá!!

Daidy.


7 de julho de 2010

Depois de o brasil perder o "hexa"...
só nos restam algumas piadas, é ou não e´?
A primeira que ouvi, foi assim: " O Dunga, tadinho dele, foi, por telefone, destituido do cargo, pela FBF. e toda a euipe junto! Um monte de desempregados!
Porém, logo depois, ele, o Dunga, resolveu o seu futuro! e será mais um funcionário publico federal. Como funcionário público federal, sem concurso??!! Ora, O Lula já fez isso em, pelo menos umas 300 mil vezes!!
E terá o Dunga lá , a ajudar na campanha contra as drogas:
"Nós não gostamoss de craques!..."
O Lula, emérita excelência...não o vi, nas aquibancadas, como vi um príncepe e a linda esposa dele, de outras plagas!
"Máxima", se me lembro, era o nome dela e muito linda!!...
Para finalizar... nós, os brasileiros ainda não aprendemos o que seja "ser nobre"...estamos muito loge disso...e, se me perdoem os leitores, me esqueci de outras piadas!! Já sou velhota, com vontade de dormir e aceito qualquer ajuda sua!
Daidy.
ESSE FOI O ÚLTIMO DISCURSO DE GILDA ARNS, ANTES DE MORRER, NO HAIT!!

"Quero manifestar minha grande alegria por estar aqui com todos vocês no Haiti, para participar da assembleia de religiosos. Estou muito feliz entre todos vocês. Dou graças a Deus por este momento.

Hoje vou compartilhar com vocês uma verdadeira história de amor e inspiração divina, um sonho que se fez realidade.

Numa noite de maio de 1982, eu, viúva fazia cinco anos, estava reunida com meus cinco filhos, quando recebi chamada telefônica de meu irmão D. Paulo Evaristo Arns. Como tornar realidade a proposta da Igreja de ajudar a reduzir a morte das crianças? Eu me senti feliz diante deste novo desafio. Era o que mais desejava: educar as mães e famílias para que soubessem cuidar melhor de seus filhos!

Creio que Deus, de certo modo, havia me preparado para esta missão.

Me veio à mente então a metodologia que Jesus utilizou para saciar a fome da multidão: Ele que se sentassem em grupos de cinquenta a cem pessoas, ou seja, em pequenas comunidades. Então pensei: “Por que morrem milhões de crianças por motivos que podem facilmente ser prevenidos? O que faz com que eles se tornem criminosos e violentos na adolescência?”

A Igreja, que somos todos nós, que devíamos fazer? Seguir a metodologia de Jesus: organizar as pessoas em pequenas comunidades; identificar líderes, que se dispusessem a trabalhar voluntariamente nessa missão de salvar vidas; para isso seriam capacitados, no espírito da fé e vida.

Desde a primeira experiência, a Pastoral da Criança cultivou a metodologia de Jesus, que é aplicada em grande escala. No Brasil, em mais de 40 mil comunidades, 7.000 paróquias de todas as 272 diocese e prelazias. Está se estendendo a 20 países.

Os resultados do trabalho voluntário, com a mística do amor a Deus e ao próximo, mostram como a sociedade organizada pode ser protagonista de sua transformação. Neste espírito, ao fortalecer os laços que ligam a comunidade, podemos encontrar as soluções para os graves problemas sociais que afetam as famílias pobres.

A paz é uma conquista coletiva.

“Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos” significa trabalhar pela inclusão social, que é fruto da Justiça. Cremos que essa transformação social exige um investimento máximo de esforços para o desenvolvimento integral da criança, que começa quando ela se encontra ainda no ventre sagrado da sua mãe. As crianças, quando estão bem cuidadas, são sementes de paz e esperança.

Como os pássaros, que cuidam de seus filhos ao fazer um ninho no alto das árvores e nas montanhas, longe de predadores, de ameaças e perigos, e mais perto de Deus, assim também deveríamos cuidar de nossos filhos como um bem sagrado: promover o respeito a seus direitos e protegê-los.

Muito obrigada!

Que Deus esteja com vocês!”


Este texto me foi enviado por amiga a quem desconheço, pessoalmente...porém, não é preciso conhecer, apenas saber daquilo que se ama!

Logo mais postarei um comentário, com o nome da amiga.

Daidy
A babosa babante!

Bem, só fiquei sabendo dela, quando um amigo (dr. Evaristo, pretenso), me contou que, vivendo em clima seco, tórrido, os exemplares, ao sentirem a pele ressecada, abriam a folha da babosa, e passavam a baba nas peles secas.. Ao longo dos tempos, isso chamou a atenção, porque, aquele pessoal todo tinha uma pele invejável, belíssima!

Os cosmetólogos chegaram, as empresas se multiplicaram., eu mesma fui estudiosa e partícipe de três delas: A Halrh Glo, a Sanrays e a Pro Aloe.

E...aos 73 aninhos... minha pele cuidada até pode fazer inveja a alguém com 350 anos ao menos! Múmia por múbia...me prefiro inda bem vivinha!

Não é esse o objetivo, longe de mim!

O assunto é outro, e sobre a saúde! Um frei percebeu que, ao longo de muitos anos, a mistura de mel com babosa, curava evitava doenças! Isso é fato conhecido de todos!

Tenho a honra em ser mãe do Mário, genro do Sr. Otsuka, um produtor de mel. Trouxeram o Frei à Campinas, para palestra, em universidade e...nada deu em nada, porque, creio, os “donos das químicas” não gostaram!...

Isto posto, meu assunto é outro, coisa de família, também..Minha nora Cristina, marido e netinhas a bordo, achou que a “sogrinha, na cabana, ”merecia um vaso maior de Aloe Vera, a babante..Meu vaso era pequenino... E a planta enorme veio, a maior delas!, só que em vaso pequeno , mas que baita de pesado! pesado bastante! Muito! Comprei vaso grande e, no transplante, o Sr. José, meu ajudante de jardinagem por meia hora ao dia (depos do almoço dele) , me perguntou; “Como é que esse peso todo veio para dentro? É grande demais! pesado demais!, difícil de fazer isso e, olha, eu tenho força!”

Só respondi:: “foi no colo do meu filho Mario.”..Também me surpreendi com a força dele!

Magro, alto, sequer tem a aparência daqueles musculosos tipo Swasneigher ou do Van Dame...é verdade!

Mas... tem a força desses mistérios! A força da fé, o mérito da tentativa em ajudar quem precisa e quem sofre!!

A babosa babante, acomodada, teve alguns danos, no transplante dos vasos. Respeito isso e, só depois que a percebi “em casa”, fui, à noite, cortar um pedaço, sempre lhe pedindo licença..Por que à noite? Há mais enzimas, sem luz.

E você me perguntaria o porque de ela sentir-se “em casa”.

Aqui na minha santa cabana, com um bando de anjos protegendo, é assim: “Ninguém me obedece!” Jogo sementes nos lugares certos e...cada uma nasce onde lhe aprouver! Há pé de mamão nascendo em vaso, junto com pitangueira que não plantei ali! Há pés de almeirão japonês (aquele que cresce como quiabo)...nascendo em meio à grama...é uma confusão danada! Não mando nada aqui! Cada um faz o que quer.

Eu só queria usar da babosa babante, porque, como minha santa mãe, Julietta Gazzetta, depois Peterlevitz, depois Balkans... tinha o cocoruto da cabeça vazio de cabelos e...já estou ficando assim!

Então, quando meu forte filho, em fé, a trouxe, depois de acomodada, fui lá bater um papinho com ela e lhe disse: “fique bem à vontade, faça o que lhe aprouver, todas as plantas fazem isso, na cabana!” Meus filhos também....não mando mais é em nada!!

Daidy, a mãe, a careca no cocoruto.
ESSA É ÓTIMA!!!!


FAX LIBANÊS*


*Lula e Dilma enviaram um fax para o Governo do Líbano, solicitando uma
doação para o programa Fome Zero. *

*No dia seguinte chegou, via fax, a resposta que dizia:

* BL... MD... V BB... 6... 2...*

*Dilma não conseguiu decifrar e foi até Lula *

que, com seus profundos conhecimentos de gramática internacional,

analisou o documento e chegou a mais uma de suas

magníficas conclusões:

*BL = Beleza, *

*MD = Mandei depositar *

*V BB = Via Banco do Brasil, *

*6... 2... = US$ 62.000.000,00 *

(sessenta e dois milhões)!!!!

Verificou-se a existência da tal conta no BB e

nada foi encontrado.

Ordenou-se então que procurassem em

todos os bancos BB:

Banco Bradesco, Banco de Boston, etc. Nada!

Foi então que alguém sugeriu que chamassem

o Samirzinho, um funcionário do terceiro

escalão do Planalto, descendente de libaneses.

Samirzinho olhou para o documento: BL... MD... V BB... 6... 2... ; em menos

de 30 segundos traduziu:

*"Brezidente Lula... Ministra Dilmo... Vai Buda Bariu.... Seis Dois!!"

A pessoa que me enviou, há tempos, esse texto, é minha amiga, mas...do "Brezidente e do Dilmo" creio que não!
Agora, que libanês é bom de resposta, ah! isso é.
Daidy.
Sobre o uso da cruz...
Que resposta bem dada de um padre consciente!
Espalhe que esta é boa....

NOTA DEZ. Esse Frade falou em nome de todos os cristãos.

"Sou Padre católico e concordo plenamente com o Ministério Público de São Paulo, por querer retirar os símbolos religiosos das repartições públicas..

Nosso Estado é laico e não deve favorecer esta ou aquela religião.
A Cruz deve ser retirada !

Nunca gostei de ver a Cruz em tribunais, onde os pobres têm menos direitos que os ricos e onde sentenças são vendidas e compradas.

Não quero ver a Cruz nas Câmaras Legislativas, onde a corrupção é a moeda mais forte.

Não quero ver a Cruz em delegacias, cadeias e quartéis, onde os pequenos são constrangidos e torturados.

Não quero ver a Cruz em prontos-socorros e hospitais, onde pessoas (pobres) morrem sem atendimento.

É preciso retirar a Cruz das repartições públicas, porque Cristo não abençoa a sórdida política brasileira, causa da esgraça dos pequenos e pobres.

Frade Demetrius dos Santos Silva - São Paulo/SP

Esse texto me foi enviado por querida amiga. Os orgumentos do Frade são válidos, porém, eu ficaria mais feliz se todos, Igreja inclusive, dessem mostras de que lutam, efetivamente, contra esses males por todos os lados.
A CRUZ não é símbolo para estar em locaos de glórias...mas, sim, para inspirar a misericórdia, a caridade.
Sou a favor de ela estar em tudo, sempre. Daidy Peterlevitz.

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
São Carlos, São Paulo, Brazil
Daidy Peterlevitz é aposentada, com qualificação para lecionar desde a pré-escola ao Colegial (Matemática e Física).Tem trabalhos publicados na Antologia “A Pena e a Lua”, da APEBS - Associação dos poetas e escritores da Baixada Santista.É autora dos livros As Duas Faces da Mesma Moeda e Quatro Bruxas no Elevador, lançado na Bienal do Livro, em S.Paulo. É autora do projeto DEMBLI, que facilita a circulação de livros, em escolas sem bibliotecárias. Trabalha em seu projeto no qual afirma que o bebê pode e deve aprender a ler. Também fez parte do antigo "SEROP" que funcionava no G.E Oswaldo Cruz, em São Paulo, sob a direção do sr.Jocelyn Pontes Gestal. Era orientadora de Ciências. O grupo, estudava a filosofia e a pedagogia de mestres, preparava apostilas, ia à inúmeras escolas, em S.Paulo e arredores, levando orientação diretamente aos professores ou,se distante como Sta. Izabel, aos diretores, que as passavam aos professores. Atualmente, escreve para seis jornais e, a todos agradece pelo espaço cedido.

Arquivo do blog